monzo_hipolito_post

MARC MONZÓ + LEONOR HIPÓLITO

Inauguração: 20 de Junho, quarta-feira, das 18h às 20h.
21 Junho – 15 Julho
 Press Release  |   Bios

seta_reverso_gray8px
Fazer objetos à mão para que no final caibam nessa mesma mão é algo que eu tenho sempre presente. Quando se pensa nisso, as mãos são muito estranhas, são uma ferramenta do corpo humano. Nesse espaço és o primeiro e o último responsável pelo que ali acontece e é aí que crias o mundo que queres. As peças são pensamentos colocados numa área muito pequena, a mão, que eventualmente acabam por se apresentar no mesmo lugar onde foram feitas.

Marc Monzó, in “SUN”, Puento Editores, 2016

seta_reverso_gray8px
Previsão do tempo.

Sobre uma toalha estendida no solo de uma floresta celebra-se a passagem do tempo, dos gestos lentos que desenham em círculo as horas, do pensamento que surpreende como o vento num dia de sol. Celebra-se a paisagem, o silêncio, o paladar apurado, a alteração da consciência.

Leonor Hipólito, 2018