Sofia Björkman

seta_reverso_8px
SOFIA BJÖRKMAN (1970, Ekerö, Suécia)

Acredito em jóias que nos fascinam, nos irritam e nos fazem cócegas. Faço jóias que questionam estruturas tradicionais, e mostro jóias que provocam nos outros pensamentos e sentimentos. Uso jóias que carregam as minhas baterias, e ilustram os meus pensamentos, que questionam a joalharia e que podem parecer estranhas para o espectador; vendo jóias que deslumbram ou fortalecem os sentimentos das pessoas.

Penso nas jóias como pequenos contentores de vida e sonho em jóias com mensagens ocultas. Bio