AS ABOVE, SO BELOW

Exposição individual: Ruudt Peters

 

15.09.2021 – 15.10.2021

Inauguração: 15 de Setembro, às 16h

 

 

Ruudt Peters apresenta as suas três mais recentes séries de trabalhos: SUCTUS, NEBULA e BARA. Estamos perdidos na sucção da luz em SUCTUS. O funil liga-nos ao princípio e ao fim, ao banho do bebé e ao nosso caixão. NEBULA mostra-nos uma proximidade evasiva, não podemos apreender o todo, experimentamos o mistério de nos movermos no nevoeiro. BARA é o buraco negro no espaço, destruindo tudo; é a morte. Olhamos a vida após a morte na escuridão aterrorizante.

Peters usa jóias como metáfora para capturar as nossas experiências mentais e físicas da dualidade entre o Cosmos e o núcleo da Terra. As above, so below.

 

 

“Olhando para o trabalho de Ruudt, parece que o fumo e a poeira do impacto de um meteoro apenas se dispersaram e assentaram e o solo está emitir o calor do trauma. É como o momento após a queda final, quando o silêncio é ensurdecedor. Silenciosamente, os alfinetes da série “Suctus” evocam dramas do passado, como os corpos de gesso cinza das escavações de Pompéia. O drama acabou, a tensão permanece. Ruudt sabe como usar as palavras do passado numa linguagem do futuro.”

Urmas Lüüs

 

 

 

“As obras mais recentes de Ruudt, NEBULA, fazem algo onde as obras de arte muitas vezes falham, assumem um conceito banal, excessivamente romântico e ambicioso no seu esforço, vida, e humilham-nos em mundos simples, momentos puros de vidro e prata, onde a peça não é o objecto, mas apenas um veículo para a nebulosa inatingível com a qual nos cercamos todos os dias.”

Aaron Decker

 

 

 

“Com os seus novos objectos, Ruudt modelou formas que seguem a reconstrução de ideias de origem cósmica de Mircea Eliade. Consequentemente, esses pequenos objectos, isolados e sombreados no limite entre o vazio e a santificação, aparentemente introduzem uma transcendência material e profana no mundo da estética e dos objetos artísticos.”

Jorn Ahrens